Para pessoas com Transtorno da Personalidade Borderline, o hipocampo está em um estado de hiper-excitação contínua. Descoordenado e disfuncional, ele sempre interpreta mal as ameaças e transmite mensagens defeituosas de volta à amígdala.

O que um Borderline é capaz de fazer?

A pessoa com transtorno borderline tende a fazer coisas sem pensar, levada pela gratificação imediata. Comportamentos impulsivos podem incluir o consumo de drogas, álcool, sexo sem proteção e compulsão alimentar.

Como são as crises de Borderline?

Os sintomas mais comuns da síndrome de borderline incluem a instabilidade emocional, associada à impulsividade, insegurança e relações sociais problemáticas. Costumam ser pessoas que não toleram ficar sozinhas, podendo sentir medo intenso ou raiva quando se sentem abandonados ou negligenciados.

Como o Borderline é diagnosticado?

Alguns recontam episódios semelhantes a ataques de ansiedade ou pânico; em outros casos, toma a forma de pensamentos obsessivos e intrusivos. Borderline em crise para alguns, eles se parecem com ataques histéricos, outros ficam paralisados. Depois, há desrealização, despersonalização, alucinações visuais ou auditivas.

BORDERLINE: Uma explosão de emoções

Testes e Diagnóstico Infelizmente, a Síndrome de Borderline é muitas vezes sub-diagnosticada ou mal diagnosticada. Um psiquiatra ou psicólogo pode diagnosticar o transtorno com base em uma entrevista completa e um exame médico abrangente. A análise clínica pode ajudar a descartar outras possíveis doenças e transtornos.

BORDERLINE: Uma explosão de emoções

Qual exame detecta transtorno de borderline?

Teste e Diagnóstico É essencial realizar exames fisiológicos. O borderline no exame de sangue, ou hemograma, é identificável, assim como a sorologia. Ambos são utilizados na comparação e descarte de outras doenças mentais como depressão ou esquizofrenia, por exemplo.

É possível ter o diagnóstico por imagem do transtorno de borderline?

Não existem exames de imagem para essa finalidade. O diagnóstico deve ser realizado com médico e psicólogos especialistas por via de entrevista clínica e análise de sinais e sintomas. Não. O diagnóstico do Transtorno de Personalidade Boderline é clínico.

Quanto tempo dura uma crise de borderline?

Assim, a pessoa com borderline pode ir de uma imensa euforia a um sentimento intenso de raiva, depressão ou ansiedade. Já a duração dos episódios pode variar de horas a dias, e é justamente essa inconstância que dificulta o correto diagnóstico.

Quem tem borderline é louco?

Os transtornos de personalidade afetam vários aspectos da vida da pessoa, em especial o humor, as relações interpessoais, afetos, emoções, trazendo quase sempre uma sensação de confusão que beira àquilo que costumamos entender como loucura.

Quem tem borderline é perigoso?

Se não for tratado de forma apropriada, esse comportamento pode ser extremamente perigoso tanto para o paciente quanto para aqueles que o cercam. Os pacientes com borderline muitas vezes agem sem pensar nas consequências, seja com compras, abuso de substâncias ilícitas, sexo, etc.

Quem tem borderline pode matar?

Mesmo o Transtorno de Personalidade Borderline sendo um problema que faz com que os indivíduos portadores cometam mais suicídios do que homicídios, chegando à 10% do total, o índice dos indivíduos fronteiriços a se matarem, não se pode descartar os homicídios que esses sujeitos cometem motivados por suas paixões.

Quem tem borderline trai?

Sujeitos acometidos pelo borderline podem ter mais dificuldades em assimilar de forma clara questões cotidianas e até mesmo mais delicadas como uma traição. É importante ressaltar que como o próprio nome diz, elas vivem em uma espécie de limite para o descontrole.

Quem tem borderline pode trabalhar?

Existem muitas pessoas diagnosticadas com Transtorno de Personalidade Borderline que conseguem ter uma vida funcional e ativa, inclusive o trabalho e relacionamento social podem funcionar como ajuda ao portador do transtorno.

Quem tem borderline pode ter filhos?

Não há contraindicações à gestação por nenhum transtorno psiquiátrico, mas converse bem com seu psicólogo e seu psiquiatra para entender melhor sua situação atual e todas as alterações que uma gestação e posteriormente um filho podem trazer.

Como se livrar de um borderline?

A psicoterapia é a principal aliada no tratamento da perturbação de personalidade borderline. Ter apoio de um psicoterapeuta, separadamente ou em casal, pode ajudar a pessoa com personalidade borderline a ter insights, comunicar-se melhor, resolver conflitos e melhorar os comportamentos e as relações.

Como lidar com um namorado borderline?

O primeiro passo é “Regule as suas próprias emoções”. Quando a crise surge, é fácil responder de forma, também, emocional. A proposta é que pare, tome atenção ao seu corpo e à sua postura. Que mantenha uma expressão neutra e que consiga validar-se a si próprio, percebendo de onde surgem as suas emoções e aceitando-as.

Quando um borderline melhora?

Os borderliners melhoram com o passar do tempo. Por volta dos 30, 35 anos, os pacientes apresentam uma melhora grande. Os sintomas tendem a sumir depois dos 40 anos.

Quanto tempo demora um diagnóstico de borderline?

Diagnóstico precoce Normalmente, o Transtorno de Personalidade Borderline demora a ser diagnosticado. Pode levar três, cinco, dez ou ainda mais anos até que seja descoberto. Por isso, é muito importante que o diagnóstico seja feito o mais precocemente possível e que o tratamento seja logo iniciado.

Quantos tipos de borderline existem?

Segundo a autora Randi Kreger que dividiu o transtorno em dois tipos, Borderline convencional e Borderline invisível, falaremos primeiro do que ele chamou de borderline convencional.

Qual é pior borderline ou bipolaridade?

Por mais que o paciente borderline também tenha oscilações de humor, elas são mais instáveis e efêmeras, diferentemente do que ocorre na bipolaridade, em que há dois polos bem marcados que duram um período maior. O primeiro desafio que um portador enfrenta é conseguir um diagnóstico.

Por que uma pessoa não pode ser contrariada?

Transtorno de Personalidade Borderline: Sim, muitas vezes, pacientes com este transtorno não aceitam ser contrariados. O motivo é a dificuldade de lidar com frustrações, privações e limites. Este comportamento lhe traz alívio e sofrimento, tudo é muito intenso.

Quem tem borderline pode se aposentar?

Organização Mundial de Saúde, e verifiquei que o transtorno esquizofrênico ou esquizoafetivo, o transtorno de personalidade borderline, sem dúvida, são doenças mentais graves e incapacitantes e que geram direito à aposentadoria com proventos integrais.

O que é filha borderline?

Irritabilidade ou ansiedade intensa com duração geralmente de poucas horas. Em situações mais raras, estes sintomas permanecem por mais de um dia; Sentimentos crônicos de vazio; Raiva intensa e inapropriada ou dificuldade em controlá-la.